Cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, desenvolveram uma pesquisa que visa viabilizar o uso do açúcar como matéria-prima para as baterias. Dado os altos custos da extração e manufatura do lítio, principal componente das baterias que usamos atualmente, a substituição poderia trazer vantagens para a indústria e para o consumidor.

A ideia de usar sacarose para ocupar o papel do lítio como ânodo da bateria (o pólo negativo) se sustenta, principalmente, pela abundância da substância no planeta. A grande oferta significa preço baixo, o que classifica a sacarose como um substituto válido para o lítio.

O presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Murilo Portugal, disse que as transações bancárias via celulares são a nova fronteira que a indústria financeira irá atravessar. "As empresas de cartões e as instituições financeiras vêm trabalhando para oferecer esse tipo de serviço com segurança e já se discute modernizar a legislação penal, de 1940, que não trata de crimes eletrônicos", disse Portugal.

Para ilustrar o uso dos meios eletrônicos nas transações bancárias, o presidente da Febraban citou que 46% das contas correntes ativas utilizam o internet banking e que, dos 67 bilhões de transações bancárias feitas anualmente, 24% são realizadas via internet.

"As iniciativas de bancarização e inclusão financeira vão utilizar de forma crescente o celular e a padronização dos vários instrumentos e a maior transparência serão importantes", disse. Segundo Portugal, a indústria financeira terá "a tarefa de criar a infraestrutura para que essas transações ocorram de modo simples, rápida, segura e com custos baixos a fim de competirmos com o dinheiro".

O presidente da Febraban fez os comentários durante o 7º Congresso de Meios Eletrônicos de Pagamentos (CMEP), promovido em conjunto pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) e a Febraban.

O temporal que atingiu a região na madrugada de segunda-feira, dia 01 de outubro devastou plantações, destelhou residências e destruiu propriedades, e com os equipamentos eletrônicos não foi diferente. Às 5h da manha de segunda feira foi iluminada por grande quantidade de descargas atmosféricas que acabaram afetando os equipamentos da muitas empresas de Telecom, dentre elas a JCVirtual. Além das empresas de telecom antenas de rádio e televisão também foram afetadas, como indica a reportagem do Diario de Santa Maria do Grupo RBS A descarga elétrica queimou, entre outros equipamentos, a Unidade de Supervisão e Controle (USC), que aciona o gerador de energia elétrica. Por causa do raio, todas as rádios FM da cidade estão fora do ar. O sinal de transmissão da TV analógica também foi prejudicado. Os assinantes de tv a cabo não tiveram a transmissão interrompida. A AES Sul já foi informada do problema e equipes técnicas trabalham para restabelecer o sinal, mas ainda não há previsão de conserto. 

O ponto afetado faz parte do backbone (backbone traduzindo para português, espinha dorsal, embora no contexto de redes, backbone signifique rede de transporte) da empresa, nenhum ponto de distribuição foi afetado diretamente conforme levantamento, mas como existe a dependência de interconexão e a quantidade de equipamentos afetados foi significativo, com isso dificultando o restabelecimento imediato das operações, que se concretizou apenas no final da tarde da segunda, 18h30min. 

 O Dia Mundial sem Carro marcou pelo pedido que automóveis fossem deixados nas garagens e que outras opções de transporte fossem exploradas. Entre elas a bicicleta, uma tecnologia bastante antiga - por volta de 1490 Leonardo DaVinci já havia desenhado um protótipo que tem muito da "bike" que hoje conhecemos - que continua em plena evolução.

Por ser um modal de transporte limpo, que ajuda a promover a sustentabilidade, principalmente nas grandes cidades com intenso tráfego de veículos motorizados, especialistas de diversas áreas apontam para o crescimento do uso da bicicleta no Brasil e no mundo. E o mercado não fica trás, oferecendo diversas opções aos ciclistas. Atualmente, além de modelos com câmbio eletrônico e bikes elétricas, existe uma variedade de acessórios e até softwares que utilizam os recursos tecnológicos e digitais disponíveis para tornar a experiência de pedalar ainda mais segura, produtiva ou divertida.

De acordo com tuítes do fundador do serviço de compartilhamento de arquivos, Kim DotCom, o código do site já está 90% concluído.

 

Além disso, advogados, investidores e parceiros já estariam definidos. Mas ainda faltam detalhes como o servidor para hospedagem. “Ele está vindo” diz o fundador. Kim DotCom vem atualizando as informações sobre seu site no Twitter. Recentemente, ele disse que o Megaupload voltaria indestrutível.

 

Em janeiro, ele foi preso junto com sete integrantes do site, acusados por participar de lucrativo esquema de compartilhamento na internet sem compensar os detentores dos direitos autorais. O FBI fechou o Megaupload no mesmo dia e, desde então, permanece fora do ar. Após um mês na cadeia, DotCom foi liberado e atualmente responde o processo no seu país.

 

Além do grande site de compartilhamentos, foi descoberto um projeto para desenvolver e compartilhar músicas na web, chamado Megabox. O plano de Kim DotCom era fidelizar artistas, devolvendo 90% dos lucros das músicas.